Arquivado por julho, 2015

O Retorno ao campo de batalha 02 julho 2015 em 4:34 por Cristovão Lemos

Por : Sidney Santos Joaquim

A história de um casal de nordestino que vieram em busca da sorte para São Paulo

“criamos nossos filhos com muita dificuldade, mas pensar em voltar a morar aqui? nem pensar…”

Assim relata a aposentada Maria Amélia da silva acompanhada de seu marido José Duarte Silveira em visita a São Paulo, ambos com 83 anos e há​​ ​65 casados. Naturais da Bahia, eles são recepcionados pelos filhos com muita alegria no terminal Tietê e falam da época em que chegaram para tentar uma vida melhor na tão sonhada​metrópole.

“cheguemos aqui no meio duma garoa de lascar, a gente não tava acostumado com nada​ ​

disso​” desabafa dona Amélia.

A seca e a falta de emprego fizeram com que ambos juntassem os “os panos de bunda” e se aventurassem numa cidade até então desconhecida. Amélinha​,​

carinhosamente chamada por seu José​,​ foi trabalhar ​como empregada doméstica em uma casa de família e ele como ajudante de pedreiro.“rapaz ​,​o que eu ganhava não dava nem pra comer quanto mais pra vestir” relata.

Não demorou muito para que o primeiro de uma série de 15 filhos começassem a chegar. Dona Amélia lembra que por diversas vezes pedia a DEUS para que não enviasse mais filhos​​.​

“naquela época pílula era coisa de rico, e a gente trabalhava o dia todo, o único descanso o senhor sabe né?” relata gargalhando.

Quando perguntado se ela ou o marido lembravam do nome dos filhos,a resposta ​foi​ automática como se ​ já​ soubessem qual era a pergunta. “claro! Pode perguntar”. Tamanho foi a surpresa, não conseguiram lembrar nem quatro dos 15 filhos​!​.

“Nossa​ ​”tamu​”​ficando​”​véio​”​mesmo, ajuda​”​nóis​”​meninos​!” relatam em meio a risadas dos filhos que os recepcionaram no terminal​.

O tempo foi passando e as coisas para os dois nordestinos foram ficando difícil, pois a educação, a comida​,​e o que vestir às vezes faltava​.​E​​ ​

se não fosse a ajuda de vizinhos e de entidades da época, segundo eles teria sido terrível.

Com muita luta e sacrifício conseguiram ainda formar alguns dos filhos, ele trabalhando com chefe de obra e ela como chefe de cozinha. Ainda na década de 80 voltaram para terra natal e atualmente só voltam para passear na casa dos filhos advogados e publicitários.

“olha nóis somos a prova de que se trabalhar a gente vence, é só querer” completam e finalizam.

+ Que tal sermos honestos e falarmos a verdade? Por Cristovão Lemos 02 julho 2015 em 4:29 e Nenhum Comentário

Por : Sidney Santos Joaquim

Você já se viu envolto em meio a um rede de mentiras? Já sofreu por causa de um falso testemunho? Já foi alvo de uma patranha?

Se sua resposta foi sim! “parabéns”! você é mais um que faz parte da triste estatística das pessoas que se decepcionaram, por causa dessa chave chamada mentira..

Chave? sim, chamo de chave por que a mentira abre duas portas: uma porta chamada morte e outra chamada consequência.

Se paramos pra pensar e se você não se policiar , quando digo você, me refiro até a mim mesmo ,mentimos o tempo todo! e cabe a você vigiar para que muitas vezes e até mesmo por costume , maldade ou uma má necessidade , você pode literalmente cavar a sepultura de uma pessoa por causa desse fruto diabólico.

A mentira  tem consequências devastadores na vida das pessoas, chegando até mesmo a acarretar a morte. Isso sem falar que o problema gerado pela mentira pode acompanha-lo pelo resto da vida.

Ao se contar uma história’ ,para se conseguir uma atenção, muitos mergulham numa rede de balelas, fazendo rodeios , mudando , “apimentando” o acontecimento para que ele fique mais “atraente”.

E quantos são aqueles que a manipulam. E  transformam em sua verdade..  Muitos são aqueles que vivem envolto dessa rede de maldição.. e não quero ser radical colocando tal afirmação , mas me atrevo a dizer que dentre os maiores mentirosos desse planeta estão os políticos e advogados , e não preciso explicar o porquê.

A lampana com todo seu poder é como um palito de fosforo aceso  jogado dentro de uma floresta gigante! mesmo ele sendo aparentemente tão pequeno causa um  estrago terrível!

E para que a verdade prevaleça sempre, mesmo que possa doer, ela deve ser falada! porque a verdade pode ser dita hoje e daqui a 10 anos pode ser perguntado por ela que a mesma coisa estará sendo dita da mesma forma . mas a mentira pode ser dita hoje, e pode ser esquecida amanhã e você pode cair em seu próprio laço.

Então elimine seus medos , destrua as camadas da manipulação, e para fora com as interpretações , assim encontraras a verdade!

Tal fato não pode ser entendido  apenas como um antônimo da verdade. Ela está com certeza mais ligada a intenção de enganar do que uma simples “derivação” da verdade e, eticamente, a mentira está relacionada ao dolo propriamente dito com possível  prejuízo que causa a outra pessoa.

Não fale mentiras!