Entrevista Virgílio Lemos Por Cristovão Lemos 31 março 2011 em 9:33 e 3 Comentários

Não dá para dormir na hora do jornal

Por: Sidney Santos

 O jornal começa às 6 da manhã, mas ele praticamente tem que passar a madrugada toda acordado para que o telespectador possa receber as notícias mais importantes, na hora certa. Dia após dia, essa é a vida de Virgílio Lemos, chefe de redação da Rede Record de Televisão. “Reconheço que não é fácil, mas é a minha vida, é o que eu gosto de fazer”, conta Virgilio, jornalista formado pela PUC de Campinas, um dos mais jovens chefes de redação da TV brasileira.

Antes ele já havia passado pela Folha de São Paulo e pela EPTV de Campinas. “Vim para a Record por indicação de um amigo, para ser pauteiro. Fui produtor, fui trabalhando e cheguei até a chefia de redação”, conta humilde, em entrevista exclusiva onde fala de suas atribuições na Rede Record, no crescimento da audiência dos telejornais da Rede e até a não obrigatoriedade do diploma para os jornalistas.

Como se viu, seu dia começa muito mais que cedo, pela madrugada. Quando chega à redação toma conhecimento de tudo o que anda acontecendo no mundo e começa a relacionar as matérias que vão ao ar, decidindo com os editores chefes o peso de cada matéria, notas sobre a prestação de serviços, tempo, temperatura, etc.

“Claro que não se pode montar na hora um jornal que vai ao ar às 6 da manhã. A coisa já tem que vir preparada desde a noite anterior”,  conta. Lemos é responsável por três jornais, o “Balanço Geral”, o “SP no AR” e o “Fala Brasil”, que é o top, apresentados pela única dupla feminina do país, Roberta Piza e Carla Cecato. “Já estamos incomodando, pois nossa audiência vem subindo bastante”, orgulha-se. Virgilio fala da “temperatura” do jornal, das entradas de matérias a partir dos helicópteros. “As entradas ao “vivo”, com prestação de serviço são essências”, afirma.

São três horas e meia de jornal todos os dias. Encerrada a luta pela audiência, no ar, todos os componentes da equipe se reúnem para a necessária reunião de avaliação. “E aí já começamos a falar dos jornais do dia seguinte”, conta.

Isso tudo sem falar na parte executiva e necessária da função: “tenho que cuidar da gestão da equipe, férias, substituições, problemas que surgem no dia a dia. Um chefe de redação não pode se desesperar com a pressão do dia-a-dia, hora-a-hora, mas também não pode ignorá-la”, desabafa.

Virgilio é taxativo e se diz a favor da não obrigatoriedade do diploma para jornalista. “Só que, se eu pudesse voltar no tempo, ainda faria outra faculdade. O jornalista tem que ter mente aberta, tem que ser bem formado e bem informado”, pondera. “Tenho certeza que um ano seria mais do que suficiente para o aprendizado jornalístico. Tenho amigos que nunca pisaram em uma faculdade de jornalismo e são excelentes jornalistas. Não quero que os estudantes de jornalismo fiquem desanimados com minha opinião, porque, na verdade, o mercado continua exigindo o diploma e com certeza oferece espaço para todos os interessados”, finalizou.

Adcionar comentário

3 respostas : “ Entrevista Virgílio Lemos ”

  1. 1
    Rafaella Negri :

    Sidney, parabéns pelo blog. A reportagem está muito legal.
    Sucesso sempre, amigo!

  2. 2
    antonia maria lemos :

    Virgílio , prazer em conhecê-lo e saber que fazemos parte do mesmo grupo familiar . Tenho dois filhos: Clarisse Lemos, profissional de Educação Física e Ramon Lemos hoje o quarto melhor professor e treinador do mundo fazendo seus 32 alunos de Jiu-jitsu ,todos campeões por onde passam.É também coordenador das lutas de Anderson Silva, conhecido lutador do MMA,. tendo a oportunidade de divulgar o sobrome LEMOS, no BRASIL e no exterior com sua equipe a ATOS JIU-JITSU formada por 32 atletas de ponta ,componentes quase que conhecidos mundialmente . Desenvolvem seus treinamentos na Academia Ramon Lemos sediada em Rio Claro , interior de S. Paulo.Artigos sôbre Ramon estão nas Revistas TATAME E GRACIE MAGAZINE Pedirei ao meu pequeno grupo familiar para encaminhar seus registros pelo site. Quase todos fazem parte do Facebook, o que me parece facilitará contatos. Para você Paz e Bem , Grande Abraço !! Niterói , RJ , Antonia Maria.

    Em tempo: tenho duas netas, Gabriela Regazoni Lemos de Souza e Rainá Lemos, filhas de Ramon .

  3. 3
    Antonia Maria Lemos :

    Virgilio , só hoje li a matéria que encaminhei para você, sobre Ramon Lemos, meu fiho . O sucesso continua e lògicamente você já sabe do novo Centro de Teinamento de Lutas ,inclusive MMA , no Clube Corintians incentivado por Ronaldo Nazário . Imagino o sucesso que vai gerar , E assim Anderson Silva prefere deixar para o ” Professor Ramon ” , tudo o que pode e poderá fazer parte do Projeto . Vi que a Tatame deste mês apresenta reportagem sôbre Ramon já falando sobre as propostas duscutidas. Não consegui identificar , mas confesso que não tive muito tempo para tal , em função de minhas atividades como artesã . Gostaria de -revê-lo pelos laços familiares que nos une, pois fazer parte de uma única família Lemos no Brasil nos torna especiais. Continuo no Facebook. Pena não ter podido fazer parte do ENCONTRO FAMÍLIA LEMOS em PASSOS de MINAS principalmente pelo frio que anda por aqui , imagine lá ! Ano que vem irei e sei que curtirei muito !! Bom seria acontecer no Estado do Rio pois tenho encontaddo por aqui muitos parentes ????
    Grande abraço , Paz e Bem para você e todos que te cercam !

Deixe um comentário