Uma parceria pontual Por Cristovão Lemos 06 junho 2012 em 10:39 e 6 Comentários

Uma parceria pontual

 

Roberto Arbolea e Alberto pivotador, juntos formam mais de 60 anos trabalhando com relógios, e atualmente prestam serviços para maioria das relojoarias de São Paulo “salvando” a vida de relojoeiros e colecionadores. Entre os profissionais do ramo, não há quem nunca ouviu falar deles, juntos formam uma parceria perfeita.

Arbolea começou a profissão ainda moleque, aos 11anos a mando de sua mãe que já pensava no futuro do garoto. O seu primeiro emprego foi ao lado do cunhado que de cara, colocou o rapaz para montar e desmontar uma máquina diversas vezes ao dia.

“Pensei em desistir várias vezes, tinha dias que saía chorando da relojoaria, mas minha mãe sempre dava um jeito de eu voltar…” confessa Roberto.

Ao longo de seis meses o menino já desmontava e montava a maquina do relógio praticamente de olhos fechados, dali em diante seu cunhado começou a passar e a explicar outros serviços mais complexos.

“Reconheço que todo aquele momento difícil foi para meu bem e agradeço muito por tudo” relata.

15 anos trabalhados com o cunhado, o rapaz, já relojoeiro, se aventurou e partiu para montar sua própria oficina de relojoaria. Casou-se e logo nasce seu filho Rafael, carinhosamente chamado por ele e pelos amigos de Rafa. Alguns anos de trabalhos e muito empenho, veio a separação conjugal, Roberto teve que parar. Ele foi trabalhar numa montadora famosa de peças de carro. Por onde passava, sua instância causava furor e contentamento em seus superiores e Apesar de todo empenho e dedicação, ele não estava fazendo o que mais gostava. Precisava ouvir o Tic Tac dos relógios.

“Recordo-me que ao sair da empresa, eles até me prestaram uma homenagem me colocando em um circulo de pessoas agradecendo por tudo que eu havia feito durante os anos trabalhados” relata emocionado.

Alberto por sua vez teve uma história um pouco diferente, antes de trabalhar com pivotagem, desde os 12 anos trabalhou como vendedor de fornituras, que são as partes sobressalentes de relógios, de todas as marcas, que são vendidos separadamente para reposição de peças.

“Tinha um pivotador famoso onde eu trabalhava, e eu sempre prestava atenção no seu trabalho, seu defeito era a bebida e isso acabou com a carreira dele. Comprei um torno e comecei com pequenos serviços em casa, estraguei muita coisa, mas no começo é assim mesmo” Disse.

Após anos trabalhando como vendedor de fornituras, Alberto foi mandado embora e naquele momento não viu outra saída a não ser começar a trabalhar sozinho.

 “Comecei como hobby na pivotagem, logo não estava dando conta de tanto serviço”. Explica.

Apesar da infinidade de peças vendidas para relógios até hoje, existem diversas marcas que não são mais fabricadas, e é ai que entra o Pivotador, por diversas vezes a necessidade de pivotar ou até de fabricar um mecanismo que já não existe mais é a única solução.

“Existem pessoas que tem grande estima por um relógio, talvez por ter pertencido a um ente querido ou coisa parecida, tento “ressuscitar” o relógio”. Relata sorrindo.

Quando Roberto voltou a trabalhar como relojoeiro em uma tradicional fornitura de São Paulo, já conhecia Alberto e até chegaram a trabalhar juntos. Entretanto a empresa passou por dificuldades, e seu proprietário os advertiu que a contenção de despesas seria necessária, não podendo levá-los para o novo local de trabalho devido ao espaço. Não demorou para que ambos combinassem uma futura parceria na área.

Surgia assim, um “pronto Socorro” dos relógios e há cerca de três anos trabalhando juntos, eles recebem serviços de todo Brasil desenvolvendo idéias e solucionando problemas.

“Não basta ter o nome apenas de relojoeiro, se não existe a peça, temos que tentar fabricá-la, ou até quem sabe adaptar algo. Esse é o verdadeiro relojoeiro!” Completa e finaliza.

Por: Sidney Santos Joaquim

Adcionar comentário

6 respostas : “ Uma parceria pontual ”

  1. 1
    valdenice :

    Esses dois são feras!!! Conheço a história do Roberto, muito árdua, sofrida, mais cheia de Glórias… desde de molequinho já mostrava sinais de destreza em consertar coisas, ficava horas olhando os seus carrinhos, observando como eram feitos, para quando quebrasse ele consertar, conhece tudo sobre relógios … inteligente, responsável, generoso, honesto, … um filho que toda mãe gostaria de ter, um paizão, um irmão muito querido e além de tudo é lindo!!! Betão te amo!!! bjos.

  2. 2
    Pamella :

    Parabéns aos dois.

  3. 3
    hugo marin :

    Sr. Aberto. O meu antigo pivotador, Tenho um serviço á ser executado.
    É possivel eu saber o n. do seu celular, para combinar o horário que
    seja mais funcional para mim?

  4. 4
    Ademir :

    Alguém sabe me dizer o telefone ou endereço da oficina do Alberto Pivotador? Trabalho com instrumentos de medição e já fiz muitos serviços com ele anos atrás, mas acabei perdendo o contato. O camarada é fera mesmo!

  5. 5
    HERBERT NEUMANN :

    Srs, bom dia!

    Li a materia publicada por vcs e achei muito interessante como foi o começo desta profissão. Tal vez voces recordem do pivotador que tinha uma oficina na Barão de Paranapiacaba não lembro o número mas era no quarto andar O nome dele era Sr. Gustavo ou (Chileno) muito conhecido no luiz de Lucia. Este Sr. era meu pai começo a oficina dele pelos anos 82 mais ou menos e em 1991 decidiu voltar para o Chile e só retornou para o Brasil em 2006 onde veio a falecer no mês de outubro de 2014. Acredito que vcs eram Jovens mas como estavam no meio das fornituras tenham conhecido. Atualmente todo o material de trabalho qu ele tinha está no meu poder que sou filho dele e eventualmente faço alguns serviços de pivotagem, trabalhei muitos anos com ele desde criança aprendi tudo que era relogoaria em relogios mecânicos automáticos e cronógrafos ou cronometros. Na epoca que estava na Barão de paranapiacaba recuperavamos muitas engrenagens de relogios de parede ( Tambor da corda) refaciamos os dentes quebrados e nunca tivemos uma reclamação. Acredito que hoje não se fazem mais este tipo de serviço, tenho todo o ferramental para realizar estes reparos. Só não segui a profissão de meu pai pois optei pela mecânica industrial mas nunca deixei de realizar alguns serviços. Faço peças para aeromodelismo em geral. Se vcs tiverem interesse ou souber de alguém que precise de algum serviço específico podem me contatar. Celular (11) 99936-8889 Ou Tel. 25395012.
    Obrigado.

  6. 6
    jose lima :

    ola amiga manda ai qualquer contato seu

Deixe um comentário