Atividades físicas na 3ª idade Por Cristovão Lemos 13 junho 2010 em 13:15 e Nenhum Comentário

O envelhecimento é um processo que envolve aspectos biológicos, psicológicos e sociais que associados a falta de atividade física mostra um quadro crescente de idosos vivendo abaixo dos limites da capacidade física, bastando qualquer doença para se tornarem dependentes.

O sedentarismo na terceira idade dificulta a realização de tarefas cotidianas contribuindo para quadros de depressão e de sentimentos de incapacidade. Através da prática de atividade física esse quadro é revertido atenuando problemas de saúde, melhora na auto estima e na vida social.

O estilo de vida sedentário na terceira idade pode induzir a maiores desgastes no organismo do que um estilo de vida fisicamente ativo. Sendo inevitável o processo de envelhecimento, a prática de exercícios colabora para uma menor destruição das células, com diminuição da fadiga e um aumento da performance durante as atividades.

Dentro das atividades indicadas e praticadas pelos idosos destaca-se o trabalho de flexibilidade, prevenindo lesões e contribuindo para um conforto diário por facilitar o movimento. Uma boa amplitude articular leva o idoso a uma independência para enfrentar desafios do cotidiano.

As pessoas que desejam participar de atividades físicas devem ser submetidas a métodos adaptados às suas necessidades levando em consideração as degenerações nas articulações que são comuns nessa faixa etária. Exercícios de alongamentos realizados gradativamente levam a uma melhora no nível postural diminuindo as quedas ocorridas por falta de equilíbrio estes exercícios devem ser executados diariamente para a melhora da amplitude articular.

This video was embedded using the YouTuber plugin by Roy Tanck. Adobe Flash Player is required to view the video.

Professor Carlos Franco

Bacharel em Educação Física

Deixe um comentário